Recomendação do Recanto




"Não subestime o desprezo absoluto das pessoas. Tornar-se um pária não é fácil. As pessoas acreditam que o diabo é Satan. Ignoram que o mundo é muito mais antigo que o cristianismo. Tudo para essas pessoas ignorantes é coisa do “diabo”. E julgam, recriminam e segregam. Ainda que isso seja um pecado diante de Deus. Porém, estranhamente é exatamente esse comportamento hipócrita e preconceituoso que a Igreja incentiva. É tudo tão absurdo. E afinal o que são os pecados? É uma maneira de controle do ser humano, de condená-lo, de inserir culpa pelos seus desejos naturais, de submetê-lo, de castrar seus pensamentos. É tudo tão ridículo."

Entre em contato!



Dúvidas? Opiniões? Ofensas pessoais? Gostaria de trabalhar conosco ou colaborar com suas produções?

Entre em contato!

recanto_do_opositor@hotmail.com

Firefox



Firefox

Satan usa Firefox. Todo o Inferno usa Firefox. Aceite-o como seu único navegador.

Do que o Satanista não precisa...

Escrito por Recanto do Opositor

Estive a travar algumas discussões com alguns ateus e devo dizer que tem horas que realmente dá gosto ser Satanista... Eu sei que não vou postar nenhuma novidade, mas sabe como é, é sempre bom lembrar. As palavras a seguir vão para os leigos, malvadistas, bitolados, cientificistas, e, naturalmente, alguns ateus, não todos.

O Satanista não precisa convencer ninguém de que suas idéias são as melhores. Do contrário. O Satanismo compreende plenamente que a liberdade individual de pensamento é algo que deve ser respeitado, e da mesma forma que não nos submetemos a qualquer opinião alheia sem que esta passe pelo filtro de espírito crítico e contestador, também não almejamos forçar ninguém a acreditar em nossos conceitos, idéias, crenças, muito menos a adotar nossas práticas.

O Satanista não precisa converter ninguém à sua religião. Não se espera que qualquer um compartilhe conosco suas idéias e pensamento, muito menos adote nossos princípios religiosos. O verdadeiro Satanista reconhece que por mais adequada para si que sua religião seja, ela pode não ser para o próximo. E mais do que isto, reconhece que cada um deve ser o responsável por suas ações e escolhas, ao invés de fazer pregações para "libertar" ou "salvar" outras pessoas.

O Satanista não precisa provar nada a ninguém, senão a si mesmo. Se eu digo que X é melhor para mim, eu não preciso perder meu precioso tempo mostrando a ninguém por quais motivos eu fiz tal escolha. Se eu digo que Y é um problema que percebo na realidade, eu não tenho de ir até as últimas conseqüências para provar que tal existe àquelas pessoas que não são capazes de enxergá-lo.

O Satanista não precisa da confirmação alheia para definir aquilo que é correto para si. Se possuo uma determinada opinião, e entro em algum debate com outra ou outras pessoas, eu não preciso lhes provar absolutamente nada. Não é necessário que toda e qualquer pessoa concorde com aquilo o que penso. Muito pelo contrário, nossa visão de mundo nos mostra que por vezes, quanto mais seletas são as pessoas com quem compartilhamos idéias, melhores estas são.

O Satanista não precisa "salvar" a vida de todo o resto do mundo. Ao contrário de certas pessoas, nossa função não é mudar o mundo, muito menos achar que com nossas idéias resolveremos todos os seus problemas. Desejamos sim, viver de forma intensa e proporcionar prazer e satisfação a nós mesmos e a nossos entes queridos. Não somos hipócritas para dizer que sentimos pelo sofrimento das massas. Não fazemos dos problemas alheios discurso demagógico para servir de respaldo a nossos pensamentos. Reconhecemos sim muitas feridas, mas só a colocaremos em outdoors se as tivermos curado ou agindo ativamente em seu tratamento.

O Satanista não precisa compartilhar suas idéias com qualquer um. Aquele que já passou pela fase do deslumbramento pela descoberta da religião e pelo mergulho discreto que iniciou suas reflexões mais profundas, não precisa cantar aos sete ventos seus achados. Por diversas vezes, este canto nada mais é senão uma egolatria vazia, um inútil pedido de atenção causado pela mudança provocada pelas novidades.

Natural e obviamente o Satanista não precisa de muito mais coisas. Longe de mim querer limitar a lista, que por si é infinita, mas acredito que estas aqui colocadas com certeza vão ajudá-lo a evitar cair nos mesmos erros dos rebanhos. Ou não, claro. Fique à vontade. Não preciso... bem, você já sabe.

2 Comments

  • gravatar
    Comment by William

    Eu não preciso postar nada aqui. Seu não quiser, mas eu sei que você não é como aqueles satanistas malvadões, Vítor.
    Muito bem escrito. Acho que você aprendeu isso lá na entrevista do orkut. Realmente, tentar explicar satanismo para um cristão ou ateu é algo impossível, mas nós sabendo já tá bom, né?
    rsrs..(risadas)

  • gravatar
    Comment by Madame Morte

    É inutil tentar dividir algo que só tenha valor para você, algo que pode ser mal interpretado, deturpado, ou simplesmente ignorado.Manter as coisas por baixo dos panos não é algo como egoísmo, e sim preservação pessoal.Não são todos que tem vontade ou vocação para crescer.Quanto maior o número de adversários, mais motivos para crescer, quanto maior o número de moscas, mais incentivo para voar mais alto.