Recomendação do Recanto




"Não subestime o desprezo absoluto das pessoas. Tornar-se um pária não é fácil. As pessoas acreditam que o diabo é Satan. Ignoram que o mundo é muito mais antigo que o cristianismo. Tudo para essas pessoas ignorantes é coisa do “diabo”. E julgam, recriminam e segregam. Ainda que isso seja um pecado diante de Deus. Porém, estranhamente é exatamente esse comportamento hipócrita e preconceituoso que a Igreja incentiva. É tudo tão absurdo. E afinal o que são os pecados? É uma maneira de controle do ser humano, de condená-lo, de inserir culpa pelos seus desejos naturais, de submetê-lo, de castrar seus pensamentos. É tudo tão ridículo."

Entre em contato!



Dúvidas? Opiniões? Ofensas pessoais? Gostaria de trabalhar conosco ou colaborar com suas produções?

Entre em contato!

recanto_do_opositor@hotmail.com

Firefox



Firefox

Satan usa Firefox. Todo o Inferno usa Firefox. Aceite-o como seu único navegador.

Satanismo uma religião? Então não quero, mamãe

Escrito por Recanto do Opositor

Existem alguns pontos que, não adianta, só mesmo depois de muita repetição de alguns mesmos conceitos é que parece que serão esquecidos. E às vezes nem assim. Eu já dediquei várias palavras neste blog no que diz respeito a máxima de "Satanismo é uma religião", bem como já comentei sobre os motivos pelos quais as pessoas criaram certa repulsa com essa classificação.

Eu não vou repetir o que já falei no sentido de defender a classificação do Satanismo como religião. Basta ler o que já foi dito. Entretanto, acho que seria útil colocar alguns pontos de reflexão. Isto, pois parece que, mesmo entendendo Satanismo como uma religião, alguns se vêem incapazes de atestarem isto para si, e então vemos coisas do tipo "ah, Satanismo pra mim é filosofia de vida", "ah, Satanismo pra mim não é religião, ainda que eu concorde com ele". Assim sendo, que tal pensarmos um pouco mais...? Vamos por partes, tomando como base alguns dos clichês que vemos por aí...

Toda religião pressupõe um deus a ser seguido

E quando o deus somos nós? E quando a instância da divindade se dá no vigor do ser, na existência do homem sob os limites do indivíduo? E quando a crença em qualquer outra entidade metafísica é posta de lado para que nos prendamos à realidade tal qual ela é compreendida a partir de nossos sentidos, a despeito de crenças em monstros, espíritos, entidades sobrenaturais, coisas ocultas, etc etc etc? E quando o "ser deus" é simplesmente viver intensamente e aproveitar toda a potencialidade de nosso destino e de nossa vida sem que nos prendamos a valores, regras e conceitos que vão contra a nossa satisfação, meta esta que se constitui como a máxima de todas as ações humanas?

Toda religião pressupõe dogmas a serem seguidos

Quem determina a condição absoluta de uma regra? Seria a concepção de dogma apenas a idéia de algo inquestionável, ou, de forma mais branda, configura-se como dogma um dos princípios básicos dentro de um sistema de idéias? Mas ora, então, diriam, ainda que seja básico, estes princípios possuem uma força tal que justificam o termo dogma... Naturalmente, mas não seria o dogma em si justamente um princípio que fosse justamente forte e extremamente importante para a base de um determinado pensamento, e, que isto, não necessariamente, pressupõe uma aceitação cega? Ora, se o Satanismo em momento algum se coloca como conduta última e a única verdadeira para a vida do homem, pode então seus dogmas possuir uma condição absoluta de modo a se tornarem inquestionáveis? Se o Satanismo promove o livre pensamento e a crítica acima de tudo, como pode então seus próprios conceitos estarem acima disto? Assim sendo, não seria os dogmas do Satanismo por essência, tal qual toda a religião Satanista em si, passiva em primeira instância de questionamento e aceitação individual?

Toda religião determina sua respectiva prática ritualística

Ora, de fato, uma das características daquilo que chamamos de religião é justamente uma proposta ritualística, tanto no que diz respeito à teoria quanto a prática que a sucede. Entretanto, se o Satanismo em momento algum determina uma forma ou outra de prática ritualística como a única correta, como podemos então dizer que o Satanismo enquanto religião nos obriga a agir de modo X ou Y em nossas práticas ritualísticas? E mais do que isto, se a própria aceitação daquilo que o Satanismo sugere enquanto teoria com relação à magia, isto é, a própria maneira como o Satanismo entende e define magia, é passível de questionamento, como podemos então considerar a religião como impositória? Ou seja, se até mesmo a crença na magia, tal qual é posta pelo Satanismo, não se constitui como inquestionável, ou como algo a ser aceito e praticado, como podemos dizer então que isto limita nosso agir e pensar?

Assim sendo, eu quero que alguém me exponha um argumento minimamente plausível para não aceitar o Satanismo como uma religião. Se não há um Deus a ser seguido cegamente, se não há qualquer dogma a ser aceito sem que antes haja uma aceitação individual, e se a parte ritualística no que diz respeito tanto à prática quanto à teoria também é passível de aceitação e questionamento, qual o motivo então de não dizer: ajo de acordo com os princípios do Satanismo e o aceito como uma religião que é?

E mais do que isto, por qual motivo dizer: bem, sigo o Satanismo mas tirando tudo aquilo que é religioso, fico só com a parte filosófica? Se retirarmos o que chamo de "proposição de conduta" do Satanismo, o que sobra? A parte ritualística, e a crença. Mas ora, e se tirarmos a parte ritualística, o que sobra então? A crença. Mas ora, ainda que admitamos a crença Satanista no sentido de entender o indivíduo como a instância da divindade, de que adianta esta idéia se ela não se reflete em ações, em atos, em comportamento? Pois, a partir do momento que isto implique mudanças práticas, se podemos dizer assim, então, necessariamente, já estamos trazendo de volta a parte da "proposição de conduta"!

Ok, vamos tirar a parte ritualística, a proposição de conduta e as crenças Satanistas. O que sobra então? A resposta para muitos é: ateísmo. Mas ora, se estamos a falar somente de ateísmo então, resta a óbvia pergunta: o que seria então Satanismo? Ou seja, reduzir a religião e toda a complexidade de seu sistema a uma simples não crença em um deus, e bem, em 90% dos casos de interpretação, no deus cristão, não seria simplesmente acabar com o que define o Satanismo enquanto Satanismo? Satanismo não é ateísmo. Satanismo não é humanismo. Satanismo não é hedonismo. Satanismo não é individualismo. Satanismo não é egoísmo. Satanismo é tudo isto junto, e mais um pouco. Pois o todo não é simplesmente a soma das partes, e o Satanismo não é tese mais antítese: é síntese. E síntese não é nem tese, nem antítese. Ao contrário da lógica matemática, quando falamos de idéias, conceitos, leituras, interpretações, enfim, A + B não é AB e sim C!

Assim sendo, meu caro, não tenha medo. Quer ser Satanista? Quer aceitar os conceitos propostos pela religião? Então você é um religioso. Erga sua cabeça e cuspa neste pensamento pequeno do "oh, mas o que meus coleguinhas vão falar de mim se souberem que eu estou seguindo uma religião?!?!". Se ELES e o RESTO DO MUNDO se bitolam com pensamentos religiosos (bem como outros das mais diversas naturezas), o problema não está somente na religião em si (talvez até esteja em muitas, mas não é o caso do Satanismo), mas sim em quem SE PERMITE limitar-se.

Desconsiderar a natureza do Satanismo e todos os seus elementos que o constituem como religião, deixar do lado a possibilidade de um indivíduo acima de qualquer imposição religiosa, bem como a possibilidade de termos uma religião tal qual o Satanismo, que prega o questionamento e a liberdade de pensamento; tudo isto pelo simples fato de estar na moda falar mal de religião e por alguns de nossos coleguinhas ateus se sentirem superiores por serem livres o suficientes a ponto de recusarem toda e qualquer religião? Não!

Se sou um indivíduo livre e meu pensamento está acima de qualquer imposição religiosa, qual o problema em adotar uma religião e não ser por ela bitolado? E mais do que isto, se há uma religião que não adota em momento algum a postura do "você DEVE fazer isto e não aquilo" em momento algum, por qual motivo negar sua natureza de religião, que é justamente o que a define como X e não Y?

Não gosta de religião? Acha feio? Adora falar mal delas? Acha que cristianismo é o único pensamento religioso do mundo? Sente vergonha de ter uma religião? Não se sente capaz o suficiente de apreender conceitos de um sistema religioso sem ser por ele controlado?

Então, meu caro, só lamento por você. Satanismo não vai deixar de ser uma religião por isso. Discorda? Estou esperando seu texto de réplica na caixa de entrada do meu email então. Agora, gritos histéricos de rebeldia típica do ateísta militante, dispenso.

13 Comments

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    não convenceu.
    by Astaroth.

  • gravatar
    Comment by Vítor V.

    Deu-se ao trabalho de colocar seu nome, mas não de apontar suas críticas? Diga-nos qual o ponto de discordância. Um simples "não convenceu" é apenas uma afirmação de sua opinião, e não um convite ao diálogo. Sejamos mais produtivos, ora...!

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    vou responder na comunidade "arena satanica" tem varios pontos q descordo nesse texto...
    by Astaroth.

  • gravatar
    Comment by C.H. Oliver

    Estarei esperando suas réplicas lá. Quanto a mim, apesar do tom um pouco ácido de algumas partes (estilo do Vítor), eu achei um texto perfeitamente defensável.

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    Adorei o texto, sempre aprendo mais aqui, mesmo que eu discordasse de algum ponto eu não poderia deixar de admirar e expressar isso. "Não convençeu" me soa como simples implicancia!!
    by Serpentus

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    to com preguiça de postar na comunidade "arena satanica" o Oliver (dono da comunidade)é uma bicha impllicante, mas se tiver um tempinho passo por lá...
    by Astaroth.

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    fugiu do debate na comunidade..? sabia...depois se diz satanista...
    by Astaroth.

  • gravatar
    Comment by Vítor V.

    Não seja bobo, rapaz. Olha o que você postou:

    "Por tanto segue minha resposta e Vítor pode se conciderar excluído por mim desse debate, não responderei mais a ele, apenas aos outros."

    Eu já te mostrei como o Satanismo coloca a questão da fé, como que ele se constitui como religião, enfim, todas as idéias que fossem contra as suas já foram mostradas, bem como já lhe indiquei diversos textos abordando cada ponto. Eu não sou seu professor, e nem preciso "vencer debates", tal qual um ateu militante desesperado em acabar com o deus cristão. O caminho das pedras já foi mostrado, você segue se quiser.

    Como já disse, suas discordâncias se dão por conta de duas coisas: você não conhece a fundo o Satanismo e com alguns dos poucos pontos que conhece você não concorda. Ou você tenta entender melhor para assim deixar de lado as discordâncias, por conta de uma verdadeira compreensão, ou você de fato entende, de fato compreende, mas simplesmente não aceita, o que é totalmente válido, uma vez que Satanismo nunca vai se colocar como senhor absoluto da verdade ou como impositor de cada um de seus dogmas, valores e proposições de conduta.

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    Insiste em se comportar como um enxadregista mal suscedido que xinga seu adiversário enquanto perde uma pardida para que esse venha a perder a forma de raciocínio. É uma pena que aja como um adolescente que cresceu demais. Espero melhoras em sua conduta.
    by Astaroth.

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    Bloger bonito, conteúdo Forte, parece um site.
    Parabéns pela competencia.

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    bah, conteudo forti o ondi?? tem tudo na internete, faiz um site vitin, deixa d ser preguiçoso...

  • gravatar
    Comment by Anônimo

    Achei muito show esse blog! É uma pena que poucos tenham a chance de se infiltrar no satanismo, algo que realmente não é ignorante como muitas das outras religiões!

    Abraços ;P

  • gravatar
    Comment by Manindoubt

    Oi olá! Boa noite! Bom artigo, obrigado, aumentou mais ainda meu conhecimento sobre o Satanismo. Então quer dizer que este blog segue a linha do " satanismo religoso " ? Tiau.